Rebaixamento pela Fitch estava dentro das previsões, diz Meirelles – Jornal do Comércio

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta sexta-feira (23), que o rebaixamento da nota de crédito pela agência de classificação de risco Fitch já era esperada, na medida em que acompanha movimento similar feito em janeiro por outra agência, a S&P Global Ratings. Segundo ele, o downgrade se deu principalmente em razão da não aprovação da reforma da Previdência e de outras medidas do ajuste fiscal.

Para Meirelles, assim que essas medidas forem aprovadas pelo Legislativo, os ratings anteriores voltarão e poderão até mesmo melhorar no futuro. “Acho que está exatamente dentro das previsões”, disse. “Já ocorreu a nota da S&P, agora a Fitch tem uma avaliação muito similar, em decorrência daquilo exatamente de não ter havido a aprovação da reforma da Previdência no ano passado e de outras medidas importantes para economia”, afirmou o ministro, em entrevista antes de proferir palestra sobre os desafios da economia em 2018 em evento promovido pelo Lide Ceará.

Meirelles afirmou que a justificativa da Fitch sinalizou “claramente” que assim medidas do ajuste fiscal forem aprovadas, “teremos uma volta normal não só ao rating anterior, mas, tudo indo na direção certa, inclusive, uma melhora do rating no futuro”.

Entre as medidas que precisam ser aprovadas, ele citou os projetos de reoneração da folha de pagamento, o aumento da contribuição previdenciária de servidores públicos e a tributação de fundos exclusivos, além da reforma da Previdência.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!