Ilan se irrita ao ser chamado de “banqueiro” em evento em SP – Exame

São Paulo – O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, ficou visivelmente irritado durante evento da Câmara Espanhola em São Paulo, ao ouvir de um espectador, que o chamou de banqueiro, parecer haver no Brasil e dentro da autarquia uma defesa a taxas de juros altos para favorecer banqueiros.

“Eu não sou banqueiro. Sou economista e fui economista-chefe e quando sai de onde estava (do Banco Itaú para presidir o BC) vendi todas as minhas participações”, disse Ilan. “Temos que parar com a ideia de quem esta lá (no BC) são banqueiros”, acrescentou.

Antes mesmo de o participante terminar a fala, Ilan o havia interrompido para dizer que “no Brasil, depois do futebol, todo mundo quer discutir a Selic”.

Ao retomar a palavra, o presidente do Banco Central explicou que em política monetária as coisas não são tão simples quanto parecem e que se assim fosse, todos os seus antecessores teriam derrubado a Selic a níveis internacionais.

Ele disse que há viários fatores que determinam o nível de juros de um país e que o BC trabalha para entregar a inflação na meta.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!