Alckmin diz que privatizaria Petrobras se vencesse eleição – Exame

Brasília – O governador do Estado de São Paulo e provável candidato à presidência, Geraldo Alckmin (PSDB-SP), disse nesta segunda-feira que privatizaria a estatal Petrobras se ganhasse as eleições em outubro.

Alckmin disse em entrevista à rede de televisão Band que é a favor de uma gestão privada na Petrobras, maior empresa do Brasil, desde a venda da companhia seja conduzida de acordo com um rigoroso processo regulatório.

Uma vez um tabu na política brasileira por conta de preocupações com a soberania nacional, a privatização da Petrobras deve se tornar uma questão importante na campanha deste ano, conforme o Brasil luta para controlar um insustentável déficit orçamentário.

A esquerda brasileira rejeita fortemente a venda da Petrobras, mas o líder da esquerda nas pesquisas de opinião até o momento, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, deve ser impedido de concorrer devido a uma condenação por corrupção e não há um candidato óbvio para substituí-lo.

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, disse ainda neste mês avaliar que a sociedade brasileira não deseja a privatização da Petrobras.

“Sob o ponto de vista da Petrobras, qualquer discussão sobre eventual possibilidade de privatização, neste momento, teria um efeito perturbador”, afirmou Parente a jornalistas em 7 de fevereiro.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!