Cobre opera em baixa em Londres e NY, à espera de pronunciamento de Powell – Jornal do Comércio

Os contratos futuros de cobre operam em baixa em Londres e Nova Iorque nesta terça-feira (27), pressionados por um clima de cautela que antecipa o pronunciamento do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, no Congresso americano.

Powell, que assumiu o comando do banco central dos EUA no último dia 5, fala na Câmara dos Representantes hoje e no Senado, na quinta-feira (1). Investidores ficarão atentos a seus comentários em busca de sinais de em que ritmo o Fed pretende continuar apertando sua política monetária. A dúvida é se o BC americano elevará juros apenas três vezes em 2018, como previu no fim do ano passado, ou se terá espaço para um quarto aumento.

Por volta das 8h35min (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) recuava 0,52%, a US$ 7.073,00 por tonelada.

Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova Iorque (Nymex), o cobre com vencimento para maio tinha baixa de 0,60%, a US$ 3,2050 por libra-peso, às 9h09min (de Brasília).

Também há expectativa para dados sobre atividade manufatureira na China, o maior consumidor mundial de metais básicos. Os últimos números serão divulgados entre hoje (27) e amanhã (28).

Entre outros metais básicos na LME, não havia direção única. O zinco recuava 0,57% no horário indicado acima, a US$ 3.511,00 por tonelada, enquanto o alumínio se mantinha estável, a US$ 2.138,25 por tonelada, o estanho subia 0,32%, a US$ 21.645 por tonelada, o níquel avançava 0,25%, a US$ 13.970,00 por tonelada, e o chumbo diminuía 0,47%, a US$ 2.565,00 por tonelada. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!