Dólar sobe em linha com exterior antes de discurso do presidente do Fed – Jornal do Comércio

O dólar opera em alta frente o real nos primeiros negócios desta terça-feira (27) após três quedas seguidas, sob influência do viés positivo da moeda americana frente divisas ligadas a commodities. O índice do dólar (DXY) passou a subir moderadamente há pouco, também pesando nos ajustes iniciais frente o real, segundo um operador de uma corretora.

Às 9h37min, o dólar à vista subia 0,19%, aos R$ 3,2323. O dólar futuro de março ganhava 0,25%, aos R$ 3,2330. Em Nova Iorque, o índice do dólar tinha viés de alta (+0,02%) e a moeda americana subia ante o dólar australiano (+0,15%, o real (+0,21%), o peso chileno (+0,22%), a rupia indiana (+0,22%), o peso mexicano (+0,07%), a lira turca (+0,11%) e o rand sul africano (+0,76%).

Os investidores internacionais e daqui estão à espera dos discursos que o presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, fará na Câmara, nesta quarta-feira (28) e no Senado americano, na próxima quinta-feira (1). 

Os analistas financeiros acreditam que Powell poderá manter o discurso “dovish” que vem sendo sinalizado pela instituição nos últimos dias. Mesmo assim, a cautela entre os investidores se faz presente, principalmente à medida em que novos indicadores econômicos locais confirmam o ritmo forte da economia americana.

Sem impacto nos negócios, os agentes financeiros monitoram a maratona de entrevistas do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a rádios de vários Estados. Nesta terça foram dadas duas entrevistas para rádios de Campo Grande. Meirelles voltou a dizer, em entrevista à Rádio Globo local, que considera a hipótese de ser candidato à Presidência da República, mas que deve decidir apenas por volta do dia 7 de abril, prazo final para deixar seu cargo caso participe do pleito.

O ministro, contudo, não respondeu se estaria conversando com o MDB para possível filiação caso sua atual sigla, o PSD, não apoie sua candidatura. O secretário executivo Eduardo Guardia é, neste momento, o nome mais cotado para substituir eventualmente Henrique Meirelles no comando do Ministério da Fazenda, caso o ministro decida deixar o cargo.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!