Hapvida entra com pedido de oferta inicial de ações na CVM – Valor

SÃO PAULO  –  A operadora de planos de saúde Hapvida protocolou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) seu pedido de registro de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

A expectativa é que a operação seja realizada no segundo trimestre e movimente entre R$ 2 bilhões e R$ 3 bilhões, conforme noticiou o Valor em janeiro. As ações serão listadas no Novo Mercado da B3.

A oferta será primária e secundária. Ou seja, parte dos recursos irá para o caixa da Hapvida e outra parcela, para os acionistas vendedores.

Com sede em Fortaleza, a companhia é controlada pela família Koren de Lima e tem atuação concentrada no Norte e no Nordeste.

A Hapvida planeja usar os recursos captados na oferta para expansão de suas atividades no Norte e no Nordeste e para entrar nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. De acordo com o prospecto preliminar da operação, o crescimento poderá ser orgânico ou por meio de aquisições.

O BTG Pactual é o coordenador líder da oferta. Bank of America Merrill Lynch e Goldman Sachs também participam da operação.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!