Ouro fecha em queda, pressionado por otimismo de Powell com a economia dos EUA – Jornal do Comércio

Os contratos futuros de petróleo encerraram o pregão desta terça-feira (27) em queda, pressionadas pelo discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Jerome Powell.

Na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega em abril fechou em queda de US$ 14,20 (-1,07%), a US$ 1.318,60 por libra-peso.

Em depoimento semestral na Câmara dos Representantes dos EUA, Jerome Powell, mostrou otimismo sobre a perspectiva econômica e a trajetória da inflação nos Estados Unidos.

O presidente do Fed, que assumiu o cargo em 5 de fevereiro, lembrou ainda que a instituição previa três altas de juros em 2018 em dezembro, mas disse que dados recentes fizeram sua perspectiva para a economia se fortalecer desde o final do ano passado e a ter confiança de que a inflação atingirá a meta de 2% do BC americano.

A fala de Powell foi interpretada pelo mercado como uma sinalização de que ele pode apoiar um ritmo um pouco mais intenso de elevação de juros nos Estados Unidos. Taxas mais altas tiram a atratividade de ativos de risco, como ações, e do ouro.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!