Dólar cai na última sessão de fevereiro e opera abaixo de R$ 3,25 – Valor

SÃO PAULO  –  O dólar inicia a última sessão do mês de fevereiro em leve queda ante o real, negociado abaixo de R$ 3,25. O comportamento do câmbio brasileiro é semelhante ao dos pares emergentes, como peso mexicano e lira turca. Ainda assim, o sinal no exterior não conta com um movimento generalizado e boa parte dos papéis globais registravam perdas frente ao dólar.

Um dia depois dos comentários do novo presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Jerome Powell, a agenda americana continua cheia: hoje serão conhecidos os dados sobre o desempenho da economia americana e, amanhã, o chairman da autoridade monetária dos Estados Unidos continua seu testemunho no Congresso.

Em fevereiro, foi justamente o exterior que mexeu com os mercados locais. Nas primeiras semanas do mês, o risco de um aperto monetário mais duro nos EUA desencadeou onda de vendas de ações em Nova York, atingindo outros segmentos globais.

No Brasil, o dólar ganha quase 2% ante o real em fevereiro, fazendo com que o desempenho da moeda local seja mais fraco que dos principais emergentes. Se mantida a variação até o fim do dia, será o maior avanço mensal do dólar desde que subiu 3,36% em outubro.

Considerando apenas os meses de fevereiro, a moeda americana volta a subir após dois anos de queda. Em 2015, a alta foi de 6,16% durante o conturbado período pós-eleições e temores sobre a economia local, incluindo a situação fiscal, além de preocupações com a crise da dívida europeia.

Por volta das 10h30, o dólar comercial recuava 0,10%, a R$ 3,2460.

O contrato futuro para abril – o mais líquido do segmento a partir de hoje – recuava 0,35%, a R$ 3,2530.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!