NY: bolsas acentuam baixa na reta final e têm pior mês em dois anos – Valor

SÃO PAULO  –  As bolsas de Nova York aceleraram a baixa na reta final, nesta quarta-feira (28) e terminaram fevereiro com a pior baixa mensal em dois anos. Hoje, a queda do petróleo, que recuou mais de 2% na Nymex, arrastou o setor de energia e tirou força das bolsas americanas.

O Dow Jones fechou em queda de 1,50%, aos 25.027,96 pontos, o S&P 500 caiu 1,11%, aos 2.713,79 pontos, e o Nasdaq recuou 0,78%, aos 7.373,00 pontos. Todos os setores do S&P 500 caíram nesta sessão, com baixa de 2,3% nas companhias de energia. No mês, a queda acumulada ficou em 4,3%, 3,9% e 1,9%, respectivamente, interrompendo uma sequência de 10 meses em valorização. Foi também a queda mais brusca desde janeiro de 2016 para Dow Jones e S&P 500, e a pior desde outubro de 2016 para o Nasdaq.

Os mercados americanos oscilaram neste mês ao sabor das perspectivas de aceleração da inflação e mais elevações na taxa de juros nos Estados Unidos em 2018, passando por um “crash relâmpago” na semana do dia 5 de fevereiro.

A agenda também trouxe a primeira revisão do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA, que mostrou crescimento em base anual de 2,5% no 4º trimestre de 2017, em linha com o esperado. O dado reforçou a solidez da economia americana, ao mesmo tempo em que alimenta a especulação de que o Federal Reserve (Fed) pode apertar o passo na política monetária. Essa percepção foi reforçada na terça (27) depois de Jerome Powell, novo presidente do Fed, mostrar confiança com a economia americana.

Powell sugeriu ontem que o estímulo fiscal, proporcionado pela reforma triburária aprovada no fim do ano passado, é uma das razões que poderiam levar o Fed a subir os juros mais rapidamente. Isso poderia significar o fim do período amplamente favorável às ações.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!