Brasil protesta na OMC contra barreiras americanas – Jornal do Comércio

O governo brasileiro protestou nesta segunda-feira (5) na Organização Mundial do Comércio contra os planos do governo de Donald Trump de impor novas tarifas contra a importação do aço. Brasília pediu que a Casa Branca repense sua decisão. Na semana passada, Trump indicou que iria elevar a tarifa de importação de aço e alumínio em 10% e 25%. O anúncio levou vários governos a alertar sobre uma eventual retaliação.

Falando durante uma das principais reuniões da OMC, representantes do Itamaraty insistiram que o sistema “não vive tempos normais” e que a entidade “enfrenta sérios desafios, mesmo existenciais”. Sem citar nominalmente os EUA, o governo brasileiro deixou claro sua frustração. “No centro da ameaça está o protecionismo”, disse. “O recente anúncio unilateral, por um importante membro, leva essa ameaça a um novo patamar”, completou.

“Temos profundas preocupações sobre as implicações sistêmicas, o que poderia levar a sérias consequências que não seriam de interesse de ninguém”, afirmou um representante do Brasil, numa alusão a uma guerra comercial. “Pedimos a esse membro que reconsidere sua decisão”, disse.

Durante o encontro da OMC, Europa, Japão e outras delegações também criticaram as medidas americanas.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!