McCain do Brasil compra 49% de participação na Forno de Minas – Valor

SÃO PAULO  –  A McCain do Brasil Alimentos, fabricante de batatas pré-fritas e congeladas, fechou acordo para adquirir 49% de participação no capital da Forno de Minas Alimentos. O valor da aquisição não foi divulgado.

Como parte do acordo, os acionistas fundadores da Forno de Minas — Helder Couto de Mendonça, Maria Dalva Couto Mendonça, Hélida Stael Mendonça e Vicente Camiloti — vão aportar suas ações na TPZ Participações, que será transformada em uma sociedade anônima de capital fechado. A TPZ vai controlar a Forno de Minas.

A McCain vai adquirir todas as ações que pertencem atualmente à Mercatto Alimentos Fundo de Investimento em Participações Empresas Emergentes. Na sequência, vai aportar as ações na TPZ Participações. Em seguida, a McCain vai adquirir parte das ações de emissão da TPZ detidas pelos acionistas fundadores. E fará um aumento de capital na TPZ.

Os acionistas fundadores e a McCain assinarão um acordo de acionistas na TPZ, pelo qual será regulada a governança entre os acionistas na administração da TPZ e da Forno de Minas.

Após esse processo, a McCain do Brasil deterá 49% de participação na TPZ; os fundadores terão os outros 51%.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!