BC pretende limitar pagamento de boletos em espécie – Valor

BRASÍLIA  –  O Banco Central (BC) incluiu como nova ação da sua Agenda BC Mais limitar o pagamento em espécie de boletos acima de determinado valor. Segundo o BC, agora em fevereiro foram realizadas reuniões internas e com o mercado para discutir as alternativas entre norma ou autorregulação para o tema.

Além de limitar o valor, a ideia é que se identifique beneficiário final de boletos pagos em espécie, incluindo um “flag” (marcação) nesse tipo de pagamento.

A medida está inserida nas ações que visam reduzir o uso de dinheiro em espécie, como a também aventada mudança no sistema de cobrança nas operações com cartão de débito.

A ideia de limitar pagamentos de boletos em espécie não é nova e é defendida também pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que busca reduzir o uso de pagamentos em espécie, que são mais difíceis de rastrear e podem estar relacionada à lavagem de dinheiro e outros crimes.

Em evento realizado em setembro do ano passado o presidente do Coaf, Antônio Gustavo Rodrigues, se disse favorável a limitar qualquer pagamento em dinheiro a partir de R$ 30 mil.

Também já existiram iniciativas legislativas propondo essa limitação, como projeto de lei de 2011, que falava em um limite de R$ 1,5 mil, mas que não foi adiante.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!