Equilíbrio de gênero em bancos centrais diminui em 2018, diz instituto – Valor

SÃO PAULO  –  O número de mulheres em cargos importantes em bancos centrais diminuiu em 2018. O índice de equilíbrio de gênero do Fórum de Instituições Monetárias e Financeiras Oficiais (OMFIF, na sigla em inglês) caiu para 19% na edição deste ano, de 30,6% no ano anterior.

O índice mede o número de homens e mulheres em altos cargos em bancos centrais, ponderado por fatores que incluem senioridade e o tamanho da economia do país. Uma pontuação de 100% indicaria que os cargos são igualmente divididos entre os sexos.

A queda no índice reflete basicamente a saída de um punhado de mulheres do comando de autoridades monetárias ao redor do mundo, incluindo Janet Yellen, que liderava o Federal Reserve no ano passado. Apenas 11 de 173 instituições pesquisadas são comandadas por mulheres.

No Fed, atualmente a mulher com cargo mais alto é Lael Brainard, que faz parte da diretoria da instituição. Já entre as 12 regionais do BC americano, duas são lideradas por mulheres: Cleveland (Loretta Mester) e Kansas City (Esther George). No Banco Central Europeu (BCE), a única mulher na diretoria executiva é Sabine Lautenschläger.

Na América Latina, o índice melhorou, atingindo 11% em 2018, de 5% no ano anterior.

O resultado da pesquisa deve aumentar a pressão sobre os bancos centrais, que já têm sido cobrados a refletir melhor a divisão de gênero na sociedade. Críticos apontam, ainda, que a falta de diversidade também deixa essas instituições mais vulneráveis ao chamado “pensamento de grupo”, o que gera risco de erros.

O OMFIF também analisou o equilíbrio de gênero em fundos soberanos e nos fundos de pensões europeus. No primeiro caso, o índice de igualdade ficou em 12%, enquanto no segundo o indicador atingiu 40%. No ranking dos fundos soberanos, o Brasil aparece com a quinta melhor colocação, com índice superior a 40%.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!