Juros futuros operam em leve alta com ajustes – Valor

SÃO PAULO  –  Os juros futuros operavam próximos da estabilidade nesta manhã, revertendo a queda do começo do dia. A pausa na dinâmica positiva do mercado é atribuída a ajustes técnicos, levando a uma acomodação das taxas, após baixa firme nos últimos dias.

A taxa projetada pelo DI janeiro de 2021 subia para 8,330%, ante 8,300% no ajuste anterior, depois de recuar até a 8,240% na mínima do dia.

Já o DI janeiro/2019 subia a 6,495% (6,465% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2020 avançava a 7,450% (7,410% no ajuste anterior).

O movimento também conta com pressão moderada vinda do exterior, já que os rendimentos dos títulos americanos voltam a subir. 

As preocupações com o risco de protecionismo comercial nos Estados Unidos foram reduzidas com a pressão política e corporativa às medidas restritivas do presidente americano, Donald Trump. Com isso, a perspectiva econômica volta a melhorar e ampara a visão de juros mais elevados nos EUA.

O ambiente externo, portanto, ainda é tido como positivo. Além da redução do risco de guerra comercial, os ativos de risco continuam sendo beneficiados por políticas monetárias acomodatícias nos países desenvolvidos. Este é o caso do Japão, cujo banco central reafirmou o compromisso com o estímulo à economia.

No Brasil, foram conhecidos mais cedo os números de produção industrial, que denotaram a recuperação ainda gradual da atividade econômica. Até por isso ainda é preservada a perspectiva de corte da Selic em março. 

Os investidores aguardam o julgamento do pedido de habeas corpus do ex-presidente Lula no Supremo Tribunal de Justiça (STJ). As chances de uma decisão favorável a Lula são consideradas remotas.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!