Bolsas asiáticas fecham em baixa influenciadas pela renúncia de assessor econômico de Trump – Jornal do Comércio

As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta quarta-feira (7), após notícia de que o principal assessor econômico da Casa Branca, Gary Cohn, decidiu renunciar depois de sair derrotado numa disputa sobre tarifas.

Defensor do livre comércio, Cohn anunciou sua renúncia na noite dessa terça-feira (6) por discordar do recém-anunciado plano do presidente dos EUA, Donald Trump, de adotar tarifas sobre importações de aço e alumínio, de 25% e 10%, respectivamente.

A notícia foi interpretada por muitos investidores como sinal de que o presidente americano irá adiante com a tarifação e reacendeu temores sobre uma eventual guerra comercial internacional. O plano de Trump, no entanto, sofre oposição também de alguns integrantes de seu próprio Partido Republicano.

Na China, prevaleceram as perdas após um pregão de volatilidade. O índice Xangai Composto recuou 0,55%, a 3.271,67 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto caiu 0,78%, a 1.837,87 pontos. Ações de grandes bancos chineses, no entanto, avançaram com vigor em meio à expectativa de que Pequim reduza compulsórios exigidos para a cobertura de empréstimos de liquidação duvidosa.

Em Tóquio, o Nikkei terminou o dia com queda de 0,77%, a 21.252,72 pontos, também influenciado pela força que o iene mostrou frente ao dólar na esteira da renúncia de Cohn.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng caiu 1,03% em Hong Kong, a 30.196,92 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi cedeu 0,40% em Seul, a 2.401,82 pontos, e o Taiex perdeu 0,36% no mercado taiwanês, a 10.745,32 pontos, mas o filipino PSEi tomou direção contrária e subiu 0,53% em Manila, a 8.404,69 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom negativo das asiáticas. Influenciado principalmente por ações de grandes bancos domésticos e de energia, o S&P/ASX 200 registrou queda de 1,01% em Sydney, a 5.902,00 pontos. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!