Bolsas de NY fecham sem direção única, com possível guerra comercial – Valor

SÃO PAULO  –  A política protecionista de Trump provocou efeitos opostos nas bolsas de Nova York nesta quarta-feira (7). As incertezas quanto às chances de uma guerra comercial deixaram o Dow Jones e o S&P 500 no negativo, ainda que no fechamento a baixa tenha sido mais discreta ante as mínimas do dia. Já o Nasdaq e o Russell 2000 — índice das small caps — foram na contramão e garantiram alta na sessão.

As bolsas de Nova York operaram no vermelho durante a maior parte da sessão com a renovação dos temores de uma guerra comercial por conta de uma nova sobretaxa ao aço (25%) e ao alumínio (10%) importados. Mas, na reta final, declarações da Casa Branca indicaram flexibilização na medida de sobretaxação, aliviando as perdas.

O Dow Jones fechou em queda de 0,33%, aos 24.801,36 pontos, o S&P 500 caiu levemente em 0,05%, aos 2.726,80 pontos, e o Nasdaq subiu 0,33%, aos 7.396,65 pontos. Já o Russell 2000 subiu 0,8%, uma vez que companhias menores são menos influenciadas pelo comércio exterior.

No pior momento, os índices americanos chegaram a cair ao redor de 1%, com perda generalizada no S&P 500. O tombo das cotações do petróleo também pesou, arrastando as companhias do setor de energia.

Na noite de terça (6), o anúncio da saída de Cohn levou os futuros de Nova York a uma queda relevante, antecipando uma sessão de perdas nos mercados americanos hoje. Cohn era contrário às medidas protecionistas de Trump e a sua saída foi vista como uma continuidade do plano de impor barreiras à importação de aço e alumínio.

O sentimento foi perdendo força ao longo do dia e se concretizou após a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, confirmar que as novas tarifas não devem atingir o Canadá e o México, informação que já tinho sido divulgada, mais cedo, pelo secretário de Comércio, Wilbur Ross, reforçando as expectativas de que a medida, se ocorrer, pode ser menos rigorosa do que o anunciado por Trump na semana passada.

A divulgação do Livro Bege também ajudou a aliviar a pressão nos mercados americanos. Apesar de destacar uma aceleração da alta salarial, o relatório indicou uma inflação ainda moderada na maior parte dos 12 distritos do Federal Reserve (Fed, o BC americano).

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!