Governo estuda com Petrobras nova política de preços – Jornal do Comércio

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, informou que o governo está discutindo com a Petrobras uma nova política de preços para os combustíveis – que oscilam de acordo com a cotação no mercado internacional. Segundo ele, a ideia é encontrar uma fórmula de equilíbrio para evitar que a alta no preço não afete o consumidor de um lado e, de outro, uma queda “muito grande” não prejudique a Petrobras.

Essa nova política, segundo o ministro, vai incluir também o preço do gás de cozinha. Meirelles não deu detalhes, mas afirmou que o governo não vai controlar preços, como ocorreu no passado. “Esse governo não faz controle artificial de preços”, disse o ministro, lembrando que a inflação oficial encerrou 2017 em 2,95% e que neste ano ficará abaixo da meta de 4,5%.

O ministro afirmou ainda que estão sendo estudadas “medidas compensatórias” no Orçamento de 2019 para a não aprovação da reforma da Previdência. Para este ano, o governo já não contava com o impacto da proposta, diante das dificuldades de aprovação no Congresso Nacional. O ministro não detalhou quais seriam essas medidas. Ele voltou a dizer que o tema será enfrentado assim que terminar a intervenção federal no Rio, que trouxe um impeditivo legal às mudanças nas regras da aposentadoria.

Meirelles alertou que será necessário dar continuidade à agenda das reformas para que o País consolide a trajetória de crescimento e geração de empregos. Segundo ele, há risco de o País entrar novamente em recessão, caso sejam adotadas “políticas erradas”.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!