“Guerra comercial é muito negativa”, diz Meirelles sobre política de Trump |

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, criticou hoje (7) a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de aumentar as tarifas de importação de aço e de alumínio no país. Segundo Meirelles, a proposta “prejudica a todos e inclusive a indústria americana, porque teria que pagar mais pelo aço”, e acrescentou: “é negativo para todos os envolvidos e, evidentemente, nós somos contra e deixamos clara essa posição”. Segundo Meirelles, “os investidores em geral acham guerra comercial muito negativa”.

Brasília - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante o lançamento do Relatório Econômico da OCDE de 2018 sobre o Brasil (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro Henrique Meirelles está em Nova York para promover investimentos no Brasil.Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro está em Nova York para participar de um evento para promover investimentos estrangeiros no Brasil nesta quinta-feira (8).

Meirelles também afirmou que “esse protecionismo é negativo para os Estados Unidos e para qualquer país”. Segundo ele, “a experiência do Brasil com protecionismo comercial é extensa” e o país ainda tem “diversos setores em um esquema de proteção comercial fortíssimo”, mas isso não trouxe sucesso do ponto de vista econômico, pois não contribuiu para aumentar a produtividade nacional e nem para aumentar a participação da indústria na economia.

Apesar de ter criticado a política, Meirelles não quis comentar sobre a possibilidade de Canadá e México, vizinhos dos Estados Unidos e membros do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio [Nafta], serem excluídos da imposição das novas tarifas. “Temos que tomar cuidado para não criar uma guerra de palavras”, afirmou Meirelles, e concluiu: “porque a guerra de palavras pode ser tão ou mais negativa do que os fatos”.

 

Edição: Davi Oliveira

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!