Ibovespa avança 1,63% e fecha pregão aos 86.371,41 pontos – Jornal do Comércio

A perspectiva de que a liquidez internacional ainda não será interrompida com um aperto monetário mais forte nos Estados Unidos trouxe otimismo ao mercado acionário brasileiro em um dia de forte alta onde o Ibovespa voltou a se firmar no patamar dos 86 mil pontos.

O índice à vista encerrou o pregão desta sexta-feira (9), com valorização de 1,63%, aos 86.371,41 pontos e giro financeiro de R$ 11,3 bilhões. O bom desempenho do mercado acionário brasileiro hoje contribuiu para que o Ibovespa fechasse a semana com ganhos de 0,71% e de 13,05% neste ano.

O relatório de emprego do mercado de trabalho americano revelou aumento da criação de vagas, mas uma alta do ganho médio por hora trabalhada mais baixa que a prevista. A leitura dos analistas foi a de que, muito embora o aquecimento do mercado de trabalho esteja ocorrendo, não há aumento dos custos. Isso significa menor pressão inflacionária e, consequentemente, menor necessidade de o Federal Reserve (Fed) reduzir o gradualismo esperado pelos investidores no ritmo de elevação da taxa de juros local.

“Se os EUA não elevam tanto os juros sobra dinheiro para o mundo, principalmente para os emergentes”, ressaltou Aldo Muniz Filho, analista da Um Investimento, notando que as commodities, como petróleo e cobre, foram beneficiadas também pelos dados. Entre as blue chips, destaque para a alta dos papéis da Petrobras 2,61% (ON) e 3,18% (PN).

Um dia após o anúncio da medida protecionista dos EUA, com a imposição da barreira tarifária para o aço e o alumínio, as ações das empresas do setor siderúrgico no Ibovespa se recuperaram. Segundo Soares, a abertura da possibilidade de negociações com países mostrou uma postura mais flexível do governo americano. CSN ON e Usiminas fecharam em alta de 3,96% e 1,36%, respectivamente.

Em tempo: A B3 terá novos horários de funcionamento a partir da próxima segunda-feira. A fase de pré-abertura para negociação de ações no mercado à vista será das 9h45 às 10 horas, com início das negociações às 10 horas. O call de fechamento ocorrerá entre 16h55 e 17 horas, com a negociação do after-market entre 17h30 e 18 horas.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!