Aneel aprova reajuste de tarifa de energia para o interior de São Paulo e do Rio |

Brasília - O consumo de energia elétrica fechou os primeiros três meses do ano com queda acumulada de 4,2% em relação ao mesmo período do ano passado (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

As concessionárias da CPFL atendem cerca de 444 mil unidades consumidoras no inerior de São Paulo Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (13) o reajuste das tarifas de energia da Enel Rio e de cinco distribuidoras de eletricidade controladas pelo grupo CPFL Energia que atuam no interior de São Paulo.

Em São Paulo, o reajuste começará a ser cobrados a partir do dia 22 de março. As concessionárias da CPFL atendem cerca de 444 mil unidades consumidoras. O maior aumento será na CPFL Jaguari, cujo reajuste médio ficou em 21,15%. Em seguida vem a CPFL Sul Paulista, onde o reajuste médio será de 7,5%.

Já a CPFL Leste Paulista terá um reajuste de 7,03%. A alta da CPFL Santa Cruz será de 5,3% e, finalizando, na CPFL Mococa o aumento será de 3,4%.

A Aneel disse que ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, “considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais”, disse a Aneel.

Rio de Janeiro

Já a Enel Rio atende 2,6 milhões de unidades consumidoras em 66 municípios do estado do Rio de Janeiro e o reajuste entra em vigor no próxima quinta-feira (15). O aumento médio para os consumidores residenciais será de 21,44% e para os consumidores cativos de alta e baixa tensão o aumento médio será de 21,04%.

Mais cedo a Aneel havia aprovado o aumento nas tarifas de energia da Light, outra concessionária que também atende no estado. Com a decisão, as tarifas dos consumidores residenciais atendidos pela empresa terão aumento de 9,35%.

Já os consumidores cativos de baixa e média tensão terão reajuste médio de 10,36%. A empresa atende 3,9 milhões de unidades consumidoras localizadas na capital e em 31 municípios do Rio de Janeiro.

Matéria ampliada às 18h30

Edição: Denise Griesinger

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!