Com venda de plataforma, exportações gaúchas crescem 219,5% em fevereiro – Jornal do Comércio

As exportações gaúchas registraram forte alta em fevereiro, de 219,5%, na comparação com o mesmo mês do ano passado. As vendas externas totais somaram US$ 2,98 bilhões, ao incluírem a comercialização de uma plataforma de petróleo e gás (P-74) no valor de US$ 1,53 bilhão. A influência exercida sobre o resultado da indústria também foi acentuada (+221%, totalizando US$ 2,72 bilhões).  Os dados foram divulgados nesta terça-feira (13) pela Federação das Industrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs).

Mesmo se a operação com a plataforma não fosse considerada, o incremento dos embarques do setor secundário gaúcho ainda teria sido bastante alto: 40% de elevação, alcançando US$ 1,19 bilhão. Como consequência disso, fevereiro fechou com o maior nível das vendas externas industriais para o mês de toda a série histórica, iniciada em 1996, e a taxa mais acelerada de crescimento nessa base de comparação desde janeiro de 2005 (42,1%).

Além do setor de Outros equipamentos de transporte (77.200%, graças à venda da plataforma), destacaram-se Máquinas e equipamentos (285,7%). Neste setor, as contribuições mais importantes vieram com a venda não recorrente de compressores de gases (US$ 84,9 milhões) e de máquinas e aparelhos mecânicos com função própria (US$ 44,6 milhões) para a China. Celulose e papel (172,7%), Tabaco (55,1%), Alimentos (14,8%) e Veículos automotores, reboques e carrocerias (35,4%) igualmente apresentaram desempenho significativo para as exportações gaúchas. Por outro lado, as categorias de Materiais elétricos (-23,5%) e Couro e calçados (-2,6%) registraram as maiores quedas.

Já as importações totais subiram 22,7%, totalizando US$ 900 milhões no segundo mês de 2018. Nos produtos por categoria de uso, todos os segmentos tiveram aumento: Bens de consumo (75%), Bens intermediários (13%), Combustíveis e Lubrificantes (44,9%) e Bens de capital (5,6%). A recuperação em curso da atividade industrial e o otimismo do empresariado ajudam a explicar esse resultado.

No acumulado do primeiro bimestre de 2018, as exportações gaúchas foram de US$ 4,27 bilhões, alta de 112,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Desse total, a indústria foi responsável por US$ 3,78 bilhões (+115,9%). Os melhores resultados vieram de Outros equipamentos de transporte (77.400%), Máquinas e equipamentos (146,9%), Tabaco (100%), Veículos automotores, reboques e carrocerias (60,1%) e Celulose e papel (54,5%). Quem mais perdeu foi a categoria de Materiais elétricos, com recuo de 16,1%.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!