Polo produtor de aço na China aprofunda cortes de capacidade – Exame

Xangai – A maior cidade produtora de aço da China, Tangshan, vai ordenar a algumas siderúrgicas que cortem a capacidade em até 50 por cento para melhorar a qualidade do ar depois que cortes colocados em prática durante o inverno expirarem neste mês, afirmou o governo nesta terça-feira.

Algumas das siderúrgicas que têm sido lentas em combater a poluição ambiental terão que cortar a capacidade em até 50 por cento com base na qualidade do ar, disse a Comissão de Reforma e Desenvolvimento de Tangshan, em comunicado.

A cidade é a maior produtora de aço do mundo, produzindo um volume maior do que os Estados Unidos como um todo em um ano.

O governo local tinha proposto anteriormente um conjunto de restrições sobre as siderúrgicas que reduzia a produção em 10 a 15 por cento.

Como parte da guerra da China contra poluição, Tangshan vai definir uma série de taxas diferentes de cortes de produção na área central da cidade, tendo como base a qualidade do ar, localização e capacidade, afirmou a comissão.

A China mandou 28 cidades no norte do país cortarem a produção de aço em até 50 por cento durante o inverno , entre 15 de novembro e 15 de março, como parte da campanha de combate à poluição.

As usinas da principal parte da cidade, que incluem a Tangsteel Company e a Tangshan Guofeng Iron & Steel, terão de cortar capacidade em até 15 por cento.

Outras siderúrgicas da cidade terão de reduzir produção em 10 por cento, mas essa taxa pode aumentar se a poluição do ar piorar.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!