Trump ordena que Broadcom interrompa oferta pela Qualcomm – Jornal do Comércio

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, bloqueou nesta segunda-feira a oferta hostil de US$ 117 bilhões que a fabricante de chips Broadcom, de Cingapura, fez pela americana Qualcomm. A alegação do governo americano é que a transação apresenta preocupações sobre segurança nacional.

“A proposta de aquisição da Qualcomm pelo comprador esta proibida e qualquer fusão, aquisição ou algo substancialmente equivalente, efetuada direta ou indiretamente, também está proibida”, diz a determinação presidencial.

Um painel de segurança nacional dos EUA havia assinalado que poderia recomendar que Trump proibisse a transação. Ontem, o Comitê de Investimento Estrangeiro nos EUA, conhecido como CFIUS, disse aos advogados das empresas que havia riscos de segurança nacional com a fusão proposta.

Por estar em processo de transferência da sede para os EUA, a Broadcom argumentou que seu negócio estava fora da jurisdição do CFIUS.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!