Bolsas asiáticas recuam com demissão de Tillerson e temor sobre juros chineses – Jornal do Comércio

As bolsas asiáticas fecharam em baixa generalizada nesta quarta-feira (14), com várias delas interrompendo uma sequência recente de ganhos, em meio a preocupações geradas pela demissão ontem do secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson. Já na China, indicadores mais fortes do que o esperado geraram especulação de que o banco central do país terá de voltar a elevar juros.

A anunciada saída de Tillerson, que deixa o cargo no dia 31 e é visto como uma figura moderada em uma Casa Branca que parece se inclinar cada vez mais ao protecionismo, pressionou os mercados acionários de Nova Iorque, que ontem registraram perdas de 0,6% a 1%, e prejudicou também o apetite por risco na Ásia.

Na China, o Xangai Composto recuou 0,57%, a 3.291,38 pontos, e o Shenzhen Composto, formado por empresa com menor valor de capitalização, teve queda de 0,89%, a 1.878,51 pontos.

Números de Pequim mostram que a segunda maior economia do mundo teve desempenho melhor do que se previa no primeiro bimestre. A produção industrial chinesa, por exemplo, cresceu 7,2% nos primeiros dois meses de 2018 ante igual período do ano passado, superando de longe a projeção de analistas, de ganho de 6,1%. As vendas no varejo e os investimentos em ativos fixos também surpreenderam positivamente.

Analistas dizem que os dados chineses são encorajadores, mas aumentam a pressão para que o PBoC, como é conhecido o BC da China, aumente sua taxa de juros de sete dias neste ano.

Além disso, a Reuters noticiou ontem que os EUA estariam considerando impor até US$ 60 bilhões em tarifas a produtos chineses, depois de oficializar na semana passada a decisão de taxar importações de aço e alumínio de vários países.

Em outras partes da região asiática, o Hang Seng caiu 0,53% em Hong Kong, a 31.435,01 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi cedeu 0,34% em Seul, a 2.486,08 pontos, o Taiex perdeu 0,51%, a 11.038,80 pontos, e o filipino PSEi apresentou baixa de 0,84% em Manila, a 8.348,74 pontos. Na Oceania, a bolsa australiana ficou em território negativo pelo segundo dia consecutivo. O S&P/ASX 200 caiu 0,66% em Sydney, a 5.935,30 pontos. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!