Cobre opera em alta, após dados positivos da China – Jornal do Comércio

O cobre opera com ganhos na manhã desta quarta-feira (14), com grande parte dos metais básicos em território positivo após a divulgação de dados melhores do que a previsão da China.

Às 8h45min (de Brasília), o cobre para três meses subia 0,88%, a US$ 7.009,50 a tonelada, na London Metal Exchange (LME). Às 9h04min, o cobre para maio avançava 1,42%, a US$ 3,1825 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Os metais básicos têm em geral uma jornada mais positiva nesta quarta-feira, após ficarem sob pressão nas últimas semanas. A produção industrial, as vendas no varejo e os investimentos em ativos fixos da China todos subiram no primeiro bimestre, na comparação anual. Com isso, o país continuou a confundir alguns analistas mais pessimistas em suas projeções para o início de 2018.

Os analistas do Commerzbank disseram que os dados estão por trás do avanço do contrato do cobre em Londres para além da marca psicologicamente importante de US$ 7 mil a tonelada. Os dados chineses também sinalizam um quadro mais robusto para a demanda do que muitos projetavam, segundo Matt France, da Marex Spectron.

Entre outros metais básicos negociados na LME, o alumínio subia 0,81%, a US$ 2.120 a tonelada, o zinco caía 0,70%, a US$ 3.275 a tonelada, o estanho tinha alta de 0,07%, a US$ 21.250 a tonelada, o níquel tinha ganho de 0,50%, a US$ 13.965 a tonelada, e o chumbo subia 1,63%, a US$ 2.436,50 a tonelada. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!