Dólar fica estável com queda da volatilidade cambial – Valor

SÃO PAULO  –  O dólar completou o quinto pregão consecutivo de variações bastante moderadas, fechando nesta quarta-feira praticamente estável e estendendo a um mês o período em que tem orbitado a região de R$ 3,25.

O dólar comercial teve variação negativa de 0,03%, a R$ 3,2605. O dólar para abril subia 0,11%, a R$ 3,2675.

A volatilidade histórica de 21 dias úteis da taxa de câmbio caiu hoje a 11,30% ao ano, cerca de 4 pontos percentuais abaixo da média histórica dos últimos quatro anos.

A queda as medidas de dispersão no mercado doméstico, porém, reflete as oscilações estreitas também no câmbio externo. A volatilidade implícita das moedas emergentes – uma medida da expectativa de variações à frente – caiu nesta quarta-feira a 6,90% ao ano, mínima desde 12 de janeiro, segundo dados do Barclays, cerca de duas semanas antes do início do “sell-off” que alvejou os mercados de ações em Wall Street e acabou repercutindo também nos mercados de moedas.

Analistas destacam uma conjunção de fatores para o declínio da volatilidade cambial. Aqui, a ausência de notícias políticas relevantes desestimula maior giro. No exterior, os sustos com a inflação americana e o tom protecionista de Trump também parecem diminuir, o que tira pressão das moedas.

Alguns no mercado citam, com algum sentimento de “esperança”, a reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed, BC americano) na semana que vem, quando o BC dos EUA deverá subir os juros e dar sinais mais claros sobre os próximos passos para o processo de aperto monetário.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!