Deputados espanhóis pedem fim de negociação da UE com Mercosul, após assassinato de Marielle no Rio – Jornal do Comércio

O partido espanhol Podemos enviou uma carta para a Comissão Europeia exigindo que bloco “condene” o assassinato da vereadora Marielle Franco e que as autoridades em Bruxelas suspendam as negociações comerciais para fechar um acordo de livre comércio entre a Europa e o Mercosul.

 O pedido de suspensão das negociações ainda foi solicitado por outros grupos do Parlamento Europeu, em especial a aliança de 52 euro deputados que formam parte da Esquerda Europeia Unida. “Pedimos para a Comissão uma suspensão imediata das negociações com o Mercosul até que haja o fim da violência e intimidação contra a oposição política e defensores de direitos humanos”, declararam os partidos da aliança de esquerda.

 O grupo representa menos de 10% dos 750 membros do Parlamento Europeu. Ainda assim, na carta, os deputados do partido espanhol insistiram ainda que a Europa deve exigir que o Brasil faça “uma investigação independente, rápida e exaustiva que permita chegar à verdade e Justiça”.

 A carta foi assinada por Miguel Urbán, deputado do Podemos no Parlamento Europeu e porta-voz do grupo político. O documento foi enviado para a Alta Representante para Assuntos Exteriores da Europa, Federica Mogherini.

 Urbán também fez uma declaração, em plena reunião do Parlamento Europeu, com cartazes em homenagem à vereadora brasileira.

 “Sendo o Brasil um país sócio da UE e observando que a Comissão está negociando atualmente um acordo comercial com o Mercosul, (pedimos) que as negociações comerciais sejam suspensas de forma imediata e seja manifestado seu compromisso com a defesa dos direitos humanos”, aponta o documento, obtido pelo jornal .

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!