Petróleo avança com apoio de aumento da perspectiva de demanda global – Jornal do Comércio

Os preços do petróleo avançaram nesta quinta-feira (15) ao passo em que os investidores ponderam sinais de crescimento da demanda global e o aumento da produção nos Estados Unidos.

Na Nymex, em Nova Iorque, o petróleo WTI para abril fechou em alta de US$ 0,23 (+0,38%), a US$ 61,19 por barril. Já na ICE, em Londres, o Brent para maio fechou em alta de US$ 0,23 (+0,35%), a US$ 65,12 por barril.

A demanda global de petróleo deve crescer em 1,5 milhão de barris por dia, para uma média de 99,3 milhões de barris por dia em 2048, de acordo com a Agência Internacional de Energia. Antes, o órgão estimava um crescimento de apenas 90 mil barris por dia.

A demanda robusta deve ajudar a compensar o aumento da produção de petróleo de xisto nos Estados Unidos, mantendo o mercado equilibrado neste ano, ainda de acordo com a agência.

Mas alguns observadores do mercado alertaram que o forte aumento da oferta dos EUA representa um risco ao reequilíbrio do mercado de petróleo. “O mercado de petróleo é mais frágil do que parece”, disse Norbert Ruecker, do Julius Baer. “Riscos de realização de lucro ainda estão por vir e a forte produção desafia a narrativa de aperto do mercado”, completa.

Nitesh Shah, estrategista de commodities da ETF Securities, disse estar cético em relação as previsões da AIE, e prevê que a demanda desse ano deve ficar próxima de 1,2 milhão de barris por dia.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros dez produtores que não são membros do cartel têm segurado a produção em 1,8 milhão de barris por dia desde o começo do ano passado, num esforço de equilibrar o mercado, que está sendo desafiado pelos produtores americanos. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!