Taxas futuras de juros avançam com dólar forte em manhã de leilão do Tesouro – Jornal do Comércio

Os juros futuros operam em alta na manhã desta quinta-feira (15) puxados pelo dólar forte em meio a expectativas pelo leilão de títulos do Tesouro Nacional. A moeda americana se ajusta ao viés positivo do índice do dólar e também em relação a moedas ligadas a commodities no exterior, diante do receio persistente de uma guerra comercial decorrente da guinada protecionista do presidente americano Donald Trump.

Internamente, há expectativas com o leilão de títulos do Tesouro (11h), segundo um operador de renda fixa. Com a proximidade do Copom, o mercado de juros segue com ajustes na curva, em meio à percepção de que o cenário de inflação segue benigno para justificar mais um corte da Selic, de 6,75% para 6,50%.

Nesse contexto, o investidor digere o IGP-10, que avançou 0,45% em março, após o aumento de 0,23% registrado em fevereiro. As apostas eram de um avanço de 0,15% a 0,70%, com mediana positiva de 0,44%.

Às 9h39min desta quinta, o DI para janeiro de 2019 subia a 6,490%, de 6,484% no ajuste da véspera. O DI para janeiro de 2020 marcava 7,38%, na mínima, de 7,35% no ajuste de quarta-feira (14). O DI para janeiro de 2021 estava em 8,27%, de 8,23%. Já o vencimento para janeiro de 2023 subia a 9,15%, de 9,10% no ajuste anterior.

No câmbio, o dólar à vista estava em alta de 0,55% às 9h39min, aos R$ 3,2818. O dólar futuro para abril, mais negociado, subia 0,67%, aos R$ 3,2850.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!