Ex-ministro Furlan pode presidir conselho de administração da BRF – Valor

SÃO PAULO  –  As conversas das fundações Petros e Previ com a Península Participações, veículo de investimentos do empresário Abilio Diniz, para chegar a um acordo pela composição do novo conselho de administração da BRF estão avançando, apurou o Valor.

Pelas articulações, Abilio manteria Flavia Almeida e Marcos Grasso no conselho da BRF. Também há conversas para que o ex-ministro Luiz Fernando Furlan, que já estava na chapa, seja indicado para a presidência.

A solução, considerada uma “saída honrosa” para Abilio, é apoiada pelas famílias fundadoras da Sadia. Furlan é visto como alguém que conhece a indústria de frango e que, por isso, poderia recobrar a confiança dos investidores, disse uma fonte.

Nas mesa de negociações, está a substituição de quatro dos conselheiros da chapa apresentada pelos fundos de pensão no domingo retrasado. Augusto Cruz, indicado para a presidência do conselho da BRF na chapa dos fundos de pensão, e Guilherme Ferreira são nomes cotados para deixar a chapa. Ambos são desafetos de Abilio.

Pela Península, quem conduz as tratativas com as fundações é Eduardo Rossi. Pela Previ, Gueitiro Genso e Renato Proença. Pela Petros, Daniel Lima e Walter Mendes.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!