Grandes bolsas asiáticas fecham em baixa com incertezas políticas nos EUA – Jornal do Comércio

As principais bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta sexta-feira (16), em meio a preocupações com o cenário político nos Estados Unidos, que se somam aos temores causados pelas últimas manobras comerciais de Washington. A questão da suposta interferência da Rússia na campanha presidencial dos EUA em 2016 voltou à tona e inibiu o apetite por risco dos investidores na Ásia.

Ontem, o governo americano anunciou sanções contra a Rússia não apenas por esse motivo, como também por ataques cibernéticos. Já o conselheiro especial Robert S. Mueller, que lidera as investigações sobre a aparente ingerência de Moscou nas eleições americanas, intimou empresas do presidente Donald Trump a entregar documentos relacionados ao caso, segundo o The New York Times.

Além disso, já vinham causando desconforto as recentes mudanças no gabinete de Trump, em especial a anunciada saída do Secretário de Estado, Rex Tillerson, que deixa o cargo no próximo dia 31. De acordo com o The Washington Post, Trump também decidiu substituir seu conselheiro de Segurança Nacional, Herbert Raymond McMaster, e poderá demitir outros funcionários da Casa Branca em breve.

O rumor sobre McMaster, que surgiu ontem à noite, ajudou a impulsionar o iene frente ao dólar durante a madrugada, levando o índice japonês Nikkei a encerrar o pregão de hoje em Tóquio com baixa de 0,58%, a 21.676,51 pontos.

As incertezas políticas nos EUA vêm num momento em que Trump vem adotando polêmicas medidas de cunho protecionista no âmbito comercial. Depois de impor tarifas a importações de aço (25%) e de alumínio (10%), o presidente americano estaria considerando taxar bilhões de dólares em produtos da China. O The Wall Street Journal informa que a punição a Pequim chegaria a pelo menos US$ 30 bilhões. Na terça-feira, a Reuters noticiou que a cifra poderia atingir em torno de US$ 60 bilhões.

Na China, as perdas vieram na última hora dos negócios. O Xangai Composto caiu 0,65%, a 3.269,88 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 0,61%, a 1.863,03 pontos. Já em Hong Kong, o Hang Seng teve leve queda de 0,12%, a 31.501,97 pontos.

Algumas bolsas menores da Ásia, no entanto, tiveram ganhos modestos. O sul-coreano Kospi subiu 0,06% em Seul, a 2.493,97 pontos, enquanto o Taiex registrou alta de 0,08% em Taiwan, a 11.027,70 pontos, e o filipino PSEi avançou 0,59% em Manila, a 8.238,15 pontos. Na Oceania, a bolsa australiana interrompeu hoje uma sequência de três pregões negativos, graças ao bom desempenho de grandes mineradoras. O S&P/ASX 200 teve valorização de 0,48% em Sydney, a 5.949,40 pontos. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!