Indicadores avançaram, mas desafios persistem, diz Maia – Jornal do Comércio

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), defendeu ontem a importância do legado do atual governo e as votações que conduziu na liderança da Câmara, mas que num possível futuro mandato a prioridade é olhar adiante, tendo aprendido com os erros do passado. “Tivemos alguns avanços importantes, principalmente em alguns indicadores econômicos. Mas os desafios ainda são muitos”, afirmou Maia.

Maia destacou a importância da votação de projetos no Congresso, como a adoção da taxa de juros TLP em substituição à TJLP nos financiamentos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) e a recuperação fiscal dos estados. Mas lamentou que a questão da Previdência não tenha sido enfrentada.

“A questão do financiamento de todas as áreas é decisão da sociedade. Tem estado que gasta 13% do PIB em Previdência, em alguns anos vai gastar 18%. A gente nunca consegue enfrentar o tema da forma correta. Se sentar à mesa com governadores, todos serão a favor da reforma da Previdência. Mas nem todos sairão defendendo lá fora”, contou Maia, em debate com empresários do grupo Lide-Rio.

O presidente da Câmara citou que entre os itens importantes a trabalhar no País estão a criação de condições para que o setor privado tenha segurança para investir, a reorganização do mercado de plano de saúde e reformas que deem segurança jurídica. “Quem vai querer investir num País que muda a regra do jogo a todo momento?”, questionou.

 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!