À espera do Fed, bolsas da Europa fecham sem direção única – Jornal do Comércio

Os mercados acionários europeus encerraram o pregão desta quarta-feira (21) sem direção única, com os investidores à espera da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e com dados da economia europeia no radar. O índice pan-europeu Stoxx-600 fechou em queda de 0,19%, aos 374,88 pontos.

A primeira reunião de política monetária do Fed sob o comando do presidente Jerome Powell está no radar dos investidores, que desejam saber qual o ritmo de aperto monetário que o banco central irá empregar nos Estados Unidos neste ano. Nas projeções divulgadas em dezembro, os dirigentes apontavam para três elevações nos juros neste ano, mas instituições financeiras acreditam que uma quarta alta pode ocorrer devido a indicadores acima do esperado da atividade econômica em solo americano.

Além do ritmo de alta de juros nos EUA, os agentes também monitoram outros grandes bancos centrais. Nesta quinta-feira, o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) irá decidir juros, e deve deixar a taxa básica inalterada. No entanto, acreditando em uma mensagem hawkish do Fed e do BoE, os investidores já começaram a precificar juros mais elevados nos Gilts. Com isso, o yield do Gilt de 10 anos subiu de 1,486% ontem para 1,533% hoje.

Outros rendimentos de bônus europeus também seguiram o movimento altista: o juro do Bund de 10 anos avançou de 0,587% para 0,595%, enquanto o retorno do OAT francês de 10 anos passou de 0,822% para 0,834%.

Nos mercados acionários, o resultado foi o oposto. Com a perspectiva de juros mais elevados ao redor do globo, as bolsas europeias fecharam sem direção única, com um tom majoritariamente negativo: o índice FTSE-100, da bolsa de Londres, recuou 0,32%, para 7.038,97 pontos; o índice CAC-40, de Paris, perdeu 0,24%, aos 5.239,74 pontos; e o índice Ibex-35, da bolsa de Madri, cedeu 0,52%, aos 9.630,90 pontos.

Em Frankfurt, o DAX encerrou o dia em alta de 0,01%, aos 12.309,15 pontos, enquanto o FTSE-MIB, da bolsa de Milão, subiu 0,10%, aos 22.820,12 pontos. Já em Lisboa, o PSI-20 terminou o pregão com avanço de 0,16%, aos 5.429,97 pontos.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!