Aço Brasil alerta que País tem isenção na taxação por período de 30 dias – Jornal do Comércio

O presidente executivo do Instituto Aço Brasil, Marco Polo Mello Lopes, disse nesta quinta-feira (22), que a exclusão temporária do Brasil da lista de países sobre os quais os Estados Unidos aplicarão uma sobretaxa de 25% em suas importações de aço é uma boa notícia, mas deve ser analisada com serenidade. “O Brasil tem isenção na taxação por um período de 30 dias. Vai ter um processo negocial.”

Por isso, o setor considera “imprescindível” que o presidente Michel Temer telefone para o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e peça a exclusão definitiva do Brasil da lista. Lopes informou que conversou mais cedo com Temer e ele disse que o telefonema já estaria agendado. A conversa deverá ocorrer ainda nesta quinta.

O executivo também disse que tinha informações extraoficiais de que a Casa Branca fará dois anúncios hoje: a lista oficial de países excluídos e as regras para exclusão. A expectativa é de que, com isso, sejam esclarecidas dúvidas sobre como funcionará a exclusão. Se, por exemplo, os exportadores brasileiros precisarão depositar uma caução correspondente à sobretaxa.

Os esforços para liberar os produtos brasileiros da sobretaxa prosseguem. O Instituto contratou um escritório, o Steptoe & Johnson, para lhe dar apoio jurídico em Washington. Além disso, as empresas exportadoras brasileiras já contataram 100% de seus clientes nos Estados Unidos e pediram a eles que ingressem com pedidos de exclusão dos produtos brasileiros da sobretaxa.

Em outra frente, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pretende ir a Washington e reforçar contatos com parlamentares americanos.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!