Decisão do Fed pesa no dólar, que recua ante outras moedas fortes – Jornal do Comércio

A decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) não ajudou a apoiar o dólar, que apresentou queda em relação a outras divisas principais no fim desta quarta-feira (21).

No horário de fechamento das bolsas de Nova Iorque, o dólar cedia para 105,99 ienes, enquanto o euro avançava para US$ 1,2343 e a libra subia para US$ 1,4137. Já o índice DXY, que mede o dólar contra uma cesta de outras seis moedas fortes, fechou o dia em baixa de 0,65%, aos 89,783 pontos.

A primeira reunião de Jerome Powell no comando do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) foi negativa para o dólar. Apesar de a fala do dirigente ser interpretada como hawkish (dura) em alguns momentos, o gráfico de pontos da instituição foi interpretado de forma dovish (suave) pelos investidores.

As projeções que vieram na esteira da decisão mostraram os dirigentes do Fed divididos (6 a 6) na quantidade de elevações de juros necessária este ano, se três ou quatro altas. No entanto, no próximo ano, os dirigentes do Fed elevaram a quantidade de elevações nos juros de duas para três.

Já no comunicado, o tom adotado foi ainda mais “centrista”. Se, por um lado, o Fed destacou que o mercado de trabalho continuou a se fortalecer e que a inflação deve subir nos próximos meses, por outro reforçou que a política monetária continuará gradualista.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!