Diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional pede demissão – Jornal do Comércio

O diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Luiz Fernando Vianna, deixará o cargo no dia 5 de abril, informou a empresa responsável pelo empreendimento em nota. Ele alegou motivos pessoais para o desligamento. Deputado paranaense Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) informou que Vianna foi à Brasília nesta quinta-feira e que deve trabalhar em um fundo de investimentos.

A hidrelétrica binacional, uma parceria entre o Brasil e o Paraguai, é administrada no Brasil pela estatal Eletrobras. A usina, com 14 gigawatts em capacidade instalada, é a maior geradora de energia do mundo.

A nomeação ou substituição de diretores em Itaipu é uma prerrogativa da Presidência da República. A hidrelétrica tem uma diretoria formada por profissionais brasileiros e paraguaios, sendo cada equipe nomeada pelo governo do respectivo país.

A agência de risco Fitch afirmou, nesta quinta-feira, 22, o Rating Nacional de Longo Prazo ‘AA+(bra)’ da Itaipu Binacional. Ao mesmo tempo, a agência revisou a Perspectiva do rating para Estável, de Negativa. “O rating da Itaipu reflete o forte vínculo do perfil de crédito da companhia com o do Brasil. O País tem sido responsável, historicamente, pela aquisição em torno de 93% da energia produzida pela empresa e garante, por meio do Tesouro Nacional, 94% da dívida da companhia”, destacou a Fitch.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!