Bolsas da Europa fecham em baixa apesar de alívio com guerra comercial – Valor

SÃO PAULO  –  As bolsas da Europa fecharam em queda nesta segunda-feira (26) com a valorização do euro apagando o otimismo que toma os mercados globais em função do alívio das tensões comerciais — o euro subia 0,70%, a US$ 1,2438, pressionando diversas companhias multinacionais que geram receita em moeda estrangeira.

O índice pan-europeu Stoxx 600 caiu 0,72%, aos 636,19 pontos, na mínima desde fevereiro de 2017. O indicador recuou 3,2% na semana passada, a maior queda desde a semana encerrada em 2 de março. No ano, até agora, a baixa é de 6,8%.

O FTSE, de Londres, caiu 0,48%, aos 6.888,69 pontos, o DAX, de Frankfurt, recuou 0,83%, aos 11.787,26 pontos, e o CAC 40, de Paris, registrou baixa de 0,57%, aos 5.066,28 pontos.

O euro ganhou tração depois de o presidente do Banco Central da Alemanha, Jens Weidmann, também integrante do comitê de política monetária do Banco Central Europeu (BCE), dar indicações “hawkish” sobre a normalização da política monetária na região. Os comentários reforçam o tom adotado no mês passado e podem alimentar as conversas de que Weidmann talvez seja hawkish demais para se tornar o próximo presidente do BCE.

Paralelamente, os temores de uma guerra comercial que pesaram nas bolsas globais na semana passada diminuíram depois de reportagens mostrarem que Washington e Pequim estão negociando para evitar uma disputa nessa área.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!