Cobre opera em alta, beneficiado por menor temor no comércio global – Jornal do Comércio

O cobre opera com ganhos na manhã desta terça-feira (27), diante da redução nos temores de uma guerra comercial global.

Às 7h40min (de Brasília), o cobre para três meses subia 0,91%, a US$ 6.684 a tonelada, na London Metal Exchange (LME). Às 7h57min, o cobre para maio tinha alta de 1,09%, a US$ 3,0025 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Diretor de vendas institucionais para metais da corretora Marex Spectron, Matt France afirmou que as notícias sobre disputas comerciais mostram-se um pouco menos negativas, o que estimula investidores a voltar ao mercado do metal no Ocidente e também na Ásia.

Os preços do metal básico têm sido pressionados nos últimos dias, em meio a temores sobre uma desaceleração na demanda, diante da ameaças chinesas de retaliação contra tarifas americanas ao comércio. No domingo, porém, o Wall Street Journal informou que a China e os EUA começaram a negociar discretamente como melhorar o acesso americano aos mercados chineses, o que segundo analistas apoia o cobre.

Entre outros metais básicos negociados na LME, o alumínio operava estável, a US$ 2.051,85 a tonelada, o zinco subia 0,34%, a US$ 3.282,50 a tonelada, o estanho tinha queda de 0,10%, a US$ 20.865 a tonelada, o níquel avançava 0,50%, a US$ 12.070 a tonelada, e o chumbo subia 0,34%, a US$ 2.394 a tonelada. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!