Sabesp: lucro cai 35,3% no 4º trimestre de 2017, para R$ 612,6 milhões – Valor

SÃO PAULO  –  A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) registrou lucro líquido de R$ 612,6 milhões no quarto trimestre de 2017, em queda de 35,3% sobre o lucro líquido de R$ 946,9 milhões obtido no mesmo trimestre do ano anterior.

As demonstrações financeiras trimestrais foram divulgadas na madrugada desta quarta-feira no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A receita líquida da companhia avançou 3,4% no quarto trimestre de 2017, para R$ 4,018 bilhões, frente aos R$ 3,885 bilhões do mesmo período do ano anterior.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado do quarto trimestre de 2017 foi de R$ 1,394 bilhão, em alta de 15,3% ante o Ebitda de R$ 1,209 bilhão do quarto trimestre de 2016. A margem Ebitda ajustada ficou, respectivamente, em 34,7% e 31,1%.

O resultado financeiro líquido ficou negativo em R$ 403,5 milhões no quarto trimestre de 2017, ante um resultado positivo de R$ 163,4 milhões no quarto trimestre de 2016.

O volume faturado total (água e esgoto) avançou 3,5% no quarto trimestre de 2017, para 942,2 milhões de metros cúbicos.

Resultado anual

Na noite da terça-feira, a Sabesp havia divulgado os dados consolidados para o ano completo de 2017, quando registrou lucro líquido de R$ 2,519 bilhões, em queda de 14,5% em relação ao lucro líquido de R$ 2,947 bilhões obtido em 2016.

A receita líquida da companhia em 2017 foi de R$ 14,6 bilhões, acima dos R$ 14,0 bilhões obtidos um ano antes.

O resultado financeiro líquido ficou negativo em R$ 458,0 milhões em 2017, ante um resultado positivo de R$ 699,4 milhões em 2016.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado registrou um aumento de 15,3%, passando de R$ 4,571 bilhões em 2016 para R$ 5,269 bilhões em 2017. A margem Ebitda ajustada atingiu 36,1%, enquanto no exercício anterior foi de 32,4%.

Em 2017, a dívida total manteve-se estável em R$ 12,1 bilhões. A companhia amortizou R$ 1,2 bilhão em dívidas no ano, enquanto as captações totalizaram R$ 1,0 bilhão.

O volume faturado total (água e esgoto) avançou 4,3% em 2017, para 3,693 bilhões de metros cúbicos.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!