Venda da P-74 puxa alta expressiva das exportações gaúchas em fevereiro – Jornal do Comércio

As exportações do Rio Grande do Sul somaram US$ 2,983 bilhões em fevereiro deste ano, um aumento de 219,3% em relação ao mesmo mês em 2017. O desempenho no mês garantiu ao Estado o segundo lugar no ranking nacional de estados exportadores. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (29), pela Fundação de Economia e Estatística (FEE). 

O crescimento expressivo das exportações no mês resulta tanto do acréscimo no volume embarcado ao exterior, quanto da exportação da plataforma de petróleo e gás P-74 no valor de US$ 1,534 bilhão, que, juntos, elevaram o volume em 73,6%. A P-74 deixou o estaleiro da EBR em São José do Norte com destino à Bacia de Santos. O desempenho foi auxiliado, ainda, pela elevação dos preços de exportação em 83,8%. Foi a maior taxa de crescimento do valor exportado para o mês de fevereiro da série histórica. 

Caso fosse desconsiderada a venda da plataforma, “ainda assim, as exportações gaúchas teriam alcançado US$1,449 bilhão, com um crescimento de 48,5% em relação ao mesmo período de 2017″, avalia a conomista Bruna Borges, do Núcleo de Dados e Estudos Conjunturais da FEE, em publicação da Fundação.

No acumulado de janeiro e fevereiro, as exportações gaúchas atingiram US$ 4,269 bilhões, um aumento de US$ 2,260 bilhões (112,5%) em relação ao mesmo período de 2017 (mais 29,7% em volume e 63,8% em preços).

Os principais produtos vendidos em fevereiro foram plataforma de petróleo e gás (51,4% da pauta exportadora), soja em grão (6,7%), fumo em folhas (3,8%), bombas e compressores (2,9%) e celulose (2,9%).

O desempenho gaúcho no mês, com 17,2% das vendas nacionais ao exterior, ficou abaixo de São Paulo (22,9%) e bem acima do Rio de Janeiro, que ficou com o terceiro lugar (10,2%). Os principais mercados de destinos dos produtos gaúchos em fevereiro foram Holanda (52,4%), China (14,2%), Argentina (4,9%), Estados Unidos (3,7%) e Coréia do Sul (1,4%).

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!