CVM indefere pedido de registro de companhia aberta da Ri Happy – Valor

SÃO PAULO  –  A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) indeferiu o pedido de registro de companhia aberta da Ri Happy Brinquedos. 

Conforme publicado pelo Valor no dia 25, a varejista de brinquedos desistiu de sua oferta inicial de ações (IPO na sigla em inglês), segundo duas fontes próximas da operação, pois a demanda pelos papéis estava abaixo da esperada, com investidores dispostos a pagar 15% menos que o piso de preço proposto, de R$ 20,30. 

A situação piorou na semana passada, quando investidores estrangeiros retiraram suas intenções de compra devido ao anúncio de encerramento de atividades da gigante americana de brinquedos Toy’R Us. A expectativa inicial era que a operação movimentasse perto de R$ 800 milhões. 

A empresa, que tem entre os acionistas o fundo de private equity Carlyle, pretendia usar os recursos captados para abertura de novas lojas, reforço no balanço e melhora na estrutura de capital. A precificação deveria ser concluída na quarta e a estreia das ações na B3 estava prevista para o dia 29. 

A Ri Happy entrou com o pedido de registro de IPO em janeiro deste ano. 

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!