Juros recuam com dólar após produção industrial, mas cautela limita ajustes – Jornal do Comércio

Os juros futuros operam com viés negativo na manhã desta terça-feira (3) acompanhando a queda do dólar e após a produção industrial brasileira ter subido 0,2% em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal, ficando abaixo da mediana das estimativas dos analistas, de +0,55%. O resultado, no entanto, ficou dentro do intervalo das previsões, que iam de uma queda de 0,40% a uma expansão de 1,00%.

Em relação a fevereiro de 2017, a produção aumentou 2,8% – número também mais fraco que a mediana das projeções (+3,9%). Nessa comparação, sem ajuste, as estimativas variavam de um aumento de 2,50% a 6,00%. No ano até fevereiro, a indústria teve alta de 4,3%. No acumulado em 12 meses, a produção da indústria acumulou avanço de 3,0%.

Segundo um operador de renda fixa, o recuo é limitado pela expectativa com o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Supremo Tribunal Federal (STF) e pela coleta do IPCA mostrando preços de alimentação mais forte.

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, disse pela manhã em evento na capital paulista que a economia está se recuperando de forma consistente, mas de forma gradual. Segundo ele, com a conjuntura atual e nossas projeções, há expectativa de inflação na meta até 2020. Ele disse, ainda, que espera que o projeto do cadastro positivo seja votado entre esta terça e quarta-feira e que Brasil precisa continuar ajustes e reformas para manter inflação e juros baixos.

Às 9h30min, o DI para janeiro de 2019 marcava 6,220%, na mínima, de 6,224% no ajuste de segunda-feira (2). O DI para janeiro de 2020 estava em 7,05%, de 7,07%, enquanto o vencimento para janeiro de 2021 exibia 7,99%, de 8,03% no ajuste da véspera. Já o DI para janeiro de 2023 indicava 8,98%, de 9,00% no ajuste anterior. No câmbio, o dólar à vista caía 0,22%, aos R$ 3,3079. O dólar futuro para maio recuava 0,09% neste mesmo horário, aos R$ 3,3150.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!