Vendas no Brasil em fevereiro têm alta de 4% ante fevereiro de 2017 – Jornal do Comércio

As vendas totais do varejo brasileiro em fevereiro de 2018, excluídos os negócios de automóveis e materiais de construção, registraram avanço de 4,0% em comparação ao mesmo mês do ano anterior, constatou o indicador de varejo SpendingPulse, da Mastercard. “Apenas os setores de combustíveis e food service tiveram desempenho abaixo da expectativa”, relata a Mastercard em nota.

Na mesma base de comparação,o e-commerce registrou alta de 19,1%, mostra o indicador. No varejo online, diz a empresa, os setores de eletrônicos e móveis apresentaram desempenho superior à média do canal de distribuição. Por outro lado, “os artigos farmacêuticos, vestuários e, pela primeira vez, o hobby & livraria ficaram abaixo do crescimento”.

Para César Fukushima, economista-chefe da Mastercard Advisors no Brasil, o crescimento das vendas é reflexo da “redução das taxas de juros e do crescimento do crédito à pessoa física, além da perspectiva de melhora da taxa de desemprego”. “Mesmo com as incertezas da economia atual, o setor tem conquistado cada vez mais a confiança dos consumidores e o otimismo dos varejistas”, avalia o economista.

Na avaliação por região geográfica, o Sul teve desempenho acima da média, com alta de 6,2% em fevereiro ante igual mês de 2017. Abaixo da média, mas ainda em terreno positivo, ficaram Nordeste (3,2%); Sudeste (2,1%) e Norte (2%). A única região com retração nas vendas foi o Centro-Oeste, com queda de 3,6% na mesma base de comparação.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!