Índice de commodities registrou queda de 1,56% em março – Jornal do Comércio

Os preços das commodities, produtos primários com cotação internacional, caíram em março. O Índice de Commodities Brasil (IC-Br), calculado mensalmente pelo Banco Central (BC), registrou queda de 1,56%, na comparação com fevereiro. Em 12 meses encerrados em março, o índice registrou crescimento 8,35% e no primeiro trimestre, queda de 0,33%.

O IC-Br é calculado com base na variação em reais dos preços de produtos primários (commodities) brasileiros negociados no exterior. O BC observa os produtos que são relevantes para a dinâmica dos preços no Brasil.

Em março, o segmento de energia – petróleo, gás natural e carvão – apresentou alta de 2,07%. No caso dos metais – alumínio, minério de ferro, cobre, estanho, zinco, chumbo, níquel, ouro e prata -, houve retração de 3,3%. O segmento agropecuário – carne de boi, algodão, óleo de soja, trigo, açúcar, milho, café, arroz, carne de porco, cacau e suco de laranja – registrou queda de 2,15%, no mês.

O índice internacional de preços de commodities CRB, calculado pelo Commodity Research Bureau, registrou alta de 1,2% no mês passado, de 2,41% no primeiro trimestre e de 7,17%, em 12 meses.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!