Bolsas asiáticas caem com expectativa de retaliação comercial da China aos EUA – Jornal do Comércio

As bolsas da Ásia fecharam majoritariamente em baixa nesta quarta-feira (4), na expectativa de que a China anunciaria novas medidas retaliatórias contra os EUA, em mais um capítulo das rixas comerciais entre as maiores economias do mundo.

Depois do encerramento dos negócios na região asiática, Pequim revelou planos de impor tarifas de 25% a mais de cem produtos dos EUA avaliados em US$ 50 bilhões, incluindo soja, aviões e carros. A iniciativa veio um dia depois de Washington anunciar que planeja taxar produtos chineses também estimados em US$ 50 bilhões.

Na China, o índice Xangai Composto recuou 0,18% hoje, a 3.131,11 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto caiu 0,57%, a 1.831,70 pontos. Ao longo da semana, mais curta por causa de feriados que manterão os mercados chineses fechados na quinta e sexta-feira, ambos acumularam perdas de 1,2%.

Investidores temem que as medidas comerciais de Pequim e Washington acabem levando a uma guerra comercial declarada entre chineses e americanos.

“Os EUA parecem estar mirando indústrias que a China quer expandir”, comentou Tomoichiro Kubota, analista sênior de mercado da Matsui Securities, referindo-se ao plano da Casa Branca de tarifar produtos do setor de alta tecnologia chinês.

Já a última pesquisa da IHS Markit/Caixin Media mostrou que a atividade no segmento de serviços da China cresceu com menos força em março do que em fevereiro, embora o chamado índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) tenha ficado acima da marca de 50 que indica expansão.

Em Tóquio, por outro lado, o Nikkei teve ligeira alta de 0,13% hoje, a 21.319,55 pontos, ajudado pela demanda por ações baratas, mas ainda pressionado pelas desavenças comerciais entre EUA e China.

O Hang Seng liderou as perdas na Ásia, com queda de 2,19% em Hong Kong, a 29.518,59 pontos, enquanto o sul-coreano Kospi caiu 1,41% em Seul, a 2.408,06 pontos, em seu terceiro pregão negativo, e o filipino PSEi cedeu 0,63% em Manila, a 7.997,67 pontos. O mercado de Hong Kong estará fechado amanhã e o de Taiwan não operou hoje e continuará inativo nos dois próximos dias, também devido a feriados.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul, após três sessões de desvalorização, graças à recuperação de ações de grandes bancos domésticos e de petrolíferas. O S&P/ASX 200 avançou 0,17% em Sydney, a 5.761,40 pontos.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!