Conselho do Cade aprova compra da Vult pelo Grupo Boticário – Jornal do Comércio

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a aquisição de 100% da marca Vult pelo Grupo Boticário, conforme despacho publicado no Diário Oficial da União (DOU).

O negócio será formalizado por meio da Cálamo, empresa do Grupo Boticário, que atua na fabricação, distribuição e venda de produtos de beleza. Além de O Boticário, o grupo explora as marcas Eudora, Quem disse, Berenice? e The Beauty Box.

O grupo também controla a distribuidora Multi B, que distribui marcas de terceiros. Hoje, o grupo tem quase 4 mil pontos de venda em mais de 1.750 cidades em todo Brasil, além de atuar por meio de sua plataforma online.

A marca Vult trabalha no comércio de produtos de beleza por meio de distribuidores independentes. Os seus produtos são vendidos em lojas multiprodutos e multimarcas por todo o País, como farmácias e supermercados, além de quiosques da marca presentes em shoppings de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

Com a aquisição, o Grupo Boticário tenta se aproximar das consumidoras das classes C e D. A marca Vult foi fundada em Mogi das Cruzes (SP) há 13 anos e, durante a crise econômica, vinha crescendo entre 40% e 50% anualmente graças à sua proposta de preços baixos. Tendo como carro-chefe uma linha de maquiagem voltada às classes C e D, a Vult tem produtos vendidos a menos de R$ 10.

O Boticário não revelou o valor da aquisição ao anunciar o negócio no início do mês passado. Porém, o jornal O Estado de S. Paulo apurou que a receita anual da Vult hoje gira em torno de R$ 300 milhões.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!