BNDES confirma taxa fixa para capital de giro a partir de 24 de abril – Valor

RIO  –  O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou em nota que vai oferecer financiamentos com taxa fixa para o programa BNDES Giro, a partir de 24 de abril. A informação foi antecipada pelo Valor.

A taxa fixa surge como alternativa adicional à Taxa de Longo Prazo (TLP), referência para os empréstimos do banco, e valerá para micro, pequenas e médias empresas, com faturamento de até R$ 300 milhões por ano.

O financiamento em taxa fixa no BNDES Giro, linha de apoio a capital de giro, busca atender empresas que não querem ficar expostas a um passivo ligado à inflação. A TLP tem uma parcela pré-fixada e outra variável, vinculada à inflação (IPCA).

Nas contas do BNDES, a taxa fixa para o BNDES Giro, em operação com prazo de três a cinco anos, vai custar 9,5% ao ano mais o spread (remuneração) do agente financeiro. A estimativa de custo em 9,5% ao ano equivale a variação do DI mais 0,5% ao ano, no momento. A taxa será revisada mensalmente para novas operações. Uma vez contratado, o valor da taxa permanece o mesmo durante a vigência do contrato, dando previsibilidade sobre o custo da operação, e permitindo às empresas de menor porte mais controle e planejamento sobre os empréstimos.

A circular sobre a sistemática e a precificação da operação com taxa fixa foi divulgada este mês pelo BNDES aos bancos repassadores dos seus recursos. De acordo com o documento, a precificação da taxa fixa será divulgada diariamente.

A expectativa é que, até o fim de maio, o banco também abra a possibilidade de as empresas contratarem empréstimos com taxa fixa na linha BNDES Finame, que financia bens de capital.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!