Cade investiga cartel de disco rígido de computadores – Jornal do Comércio

A Superintendência-Geral do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) vai investigar cartel no mercado global de componente de disco rígido usado em computadores. O processo administrativo para apurar a prática de cartel internacional, com possíveis efeitos no Brasil, foi instaurado ontem.

Os componentes vendidos são chamados de suspension assemblies, responsáveis por manter a posição de um leitor de suporte magnético sobre a superfície de um disco que esteja girando rapidamente.

De acordo com a nota técnica de instauração do processo, há evidências de que empresas dividiram o mercado e combinaram preços em respostas a pedidos de cotação de clientes. As companhias também compartilharam informações concorrencialmente sensíveis, principalmente com relação a preços; a licitações privadas de clientes; a alocação de volumes de clientes; a capacidade produtiva e a taxas de utilização de cada empresa. O objetivo dessa prática, de acordo com o Cade, era estabilizar preços e reduzir a concorrência nas vendas do produto.

Segundo o Cade, as cinco empresas investigadas são as seguintes: Hutchinson Technology Inc.; Magnecomp Precision Technology Public Co. Ltd; NHK Spring Co., Ltd.; TDK Corporation; e SAE Magnetics (H.K.) Ltd.

Pelo menos 38 pessoas ligadas a essas empresas teriam conduzido a prática por meio de reuniões e trocas de e-mail. Há informações que isso ocorreu pelo menos entre 2003 e 2016.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!