Gol projeta margem operacional de 15% a 15,5% no 1º trimestre de 2018 – Valor

SÃO PAULO  –  A Gol projeta que encerrará o primeiro trimestre de 2018 com margem operacional na faixa entre 15% e 15,5%, resultado superior ao contabilizado no mesmo período de 2017, quando a linha ficou em 9,6%. A previsão faz parte de uma série de estimativas preliminares e não auditadas divulgadas há pouco pela companhia aérea, englobando indicadores financeiros e operacionais nos três primeiros meses do ano.

Em fato relevante divulgado há pouco, a empresa informa que a margem Ebitda projetada para o período entre janeiro e março deste ano oscila entre 15% e 15,5%, também acima do resultado do primeiro trimestre do ano passado, quando o indicador ficou em 13,6%.

A Gol também estima aumento de 10,5% a 11% na receita unitária de passageiro (PRASK, na sigla em inglês) na base anual, “à medida que a disciplina de capacidade e as estratégias de gerenciamento de receita continuam beneficiando os resultados”. A empresa também espera crescimento entre 9,2% e 9,7% na receita unitária (RASK) na mesma base de comparação.

Os custos unitários excluindo os gastos com combustíveis (CASK ex-combunstíveis) deverão recuar cerca de 3,5% entre os trimestre, de acordo com as projeções da Gol. A capacidade (ASK) deverá aumentar 3% em um ano.

A companhia aérea ainda prevê que sua alavancagem financeira, medida pela relação entre dívida líquida (excluindo bônus perpétuos) e Ebitda nos últimos 12 meses, deverá ficar em cerca de 2,8 vezes ao fim de março de 2018 — o indicador terminou 2017 no patamar de 3 vezes.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!