Ibovespa fecha em alta de 1,01% – Jornal do Comércio

Com o resultado do julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) desfavorável ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, investidores reposicionaram suas carteiras atuando fortemente na ponta compradora logo no início do pregão desta quinta-feira. Mas, passada a animação inicial, o Ibovespa arrefeceu o ritmo de alta para fechar com valorização de 1,01% aos 85.209,66 pontos.

“Agora que o mercado digeriu a questão do habeas corpus de Lula, as atenções se voltam para os dados do mercado de trabalho nos Estados Unidos amanhã”, ressaltou Fabricio Estagliano, analista-chefe da Walpires Corretora, para quem a bolsa veio corrigindo o espaço entre fechamento de ontem e a abertura do pregão de hoje no decorrer do dia na medida em que não houve notícia relevante que se sobrepusesse à necessidade de correção.

O giro financeiro chegou a R$ 13,130 bilhões, indicando o maior fluxo de negócios em um patamar acima da média anual.

Apesar do arrefecimento do índice à vista na segunda etapa do pregão, as ações de empresas que mais têm correlação com tensões no campo político local, como as blue chips Petrobras e Banco do Brasil, se mantiveram perto das máximas intraday, recuperando as perdas dos últimos dias em razão da cautela dos investidores. Os papéis do BBAS ON apontaram alta de 2,92%.

Já as da petroleira estatal, que passaram o dia com valorização por volta de 4%, encerraram a sessão de hoje com ganhos de 3,78% (PN) e 2,73% (ON), também influenciadas pela alta nas cotações dos contratos futuros de petróleo no mercado internacional, que subiram diante de um sentimento mais otimista com sinais de que a queda-de-braço entre os Estados Unidos e a China perde força.

O petróleo WTI para maio fechou em alta de 0,27% e o Brent subiu 0,46%.

A perspectiva de analistas é que, caso o Ibovespa se firme no nível dos 85.600 pontos, pode haver tração para alcançar novas máximas históricas, principalmente com a volta do investidor estrangeiro que pode dar esse impulso.

De acordo com dados da B3, os investidores estrangeiros ingressaram com R$ 288,368 milhões na última terça-feira, dia 3. Em abril, os estrangeiros já ingressaram com R$ 417,237 milhões e, com isso, o saldo de 2018 segue positivo em R$ 459,630 milhões.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!